Vitória – Centro de Reabilitação e Terapia Neuromotora Intensiva

Você sabia que a caxumba é uma doença viral e é altamente contagiosa?

terça-feira, 19 de setembro de 2017

A Caxumba é uma doença viral aguda, caracterizada por edema de uma ou mais glândulas salivares (sendo a parótida acometida em 30%). Ocorre geralmente nos períodos de inverno e primavera mas pode ocorrer em qualquer época do ano, associado a ambientes aglomerados. Os sintomas iniciais são inespecíficos como febre baixa, mialgia, diminuição do apetite, dor de cabeça e após 2 dias ocorre aumento da glândula com duração de 7 a 10 dias.
Estima-se que 20% da população é assintomática.

Como ocorre a transmissão?

A transmissão ocorre em torno de 2 dias antes dos sintomas e 5 dias após o edema e pode ocorrer por contato direto ou indireto como superfícies ou objetos contaminados. As pessoas assintomáticas também podem transmitir a doença. A imunidade é conferida pela doença. A imunidade conferida pela vacina NÃO é 100%. A incubação ocorre ente 12 a 25 dias do contato até as manifestações.

Atenção, gestantes!

Na gravidez pode ocorrer abortamento – as gestantes não podem receber a vacina.

A vacinação:

A vacinação é feita de rotina em crianças com 12 meses e 15 meses.

Devido aos surtos de Caxumba entre adolescentes e adultos jovens é muito importante rever a carteira de vacinação e o número de doses recebidas da vacina na infância.

Reações vacinais como febre baixa e dor local podem ocorrer de 5 a 10 dias após a vacina.

A inflamação das glândulas salivares não é patognomônica de caxumba, outros vírus podem causar seu aumento e existem causas não infecciosas também.

Afastamento da escola ou trabalho:

A caxumba exige afastamento da escola ou do trabalho por 10 dias do início dos sintomas.

Complicações da Caxumba:

São raras – menos de 1%. A complicação mais comum é a Orquite nos adolescentes (ocorre até em 50% dos casos); raramente leva à esterilidade. Em geral a orquite ocorre na segunda semana da doença e o primeiro sinal é a dor e sensação de peso local. Pode ocorrer aborto espontâneo na gravidez, sobretudo se a infecção ocorrer no 1º trimestre.

Tratamento:

São prescritos medicamentos para aliviar a febre e dor. O paciente deverá ser orientado quanto à possibilidade de aparecimento de complicações. No caso de orquite (inflamação nos testículos), o repouso e o uso de suspensório escrotal são fundamentais para o alívio da dor.

Inscreva-se em nossa newsletter